quinta-feira, 15 de março de 2012

De volta ao 5º sul

Terça-feira (13/03) a tarde tive febre (38,7º), liguei na hora para o Hospital Dia do HPCA, a enfermeira falou com o Dr Gustavo que me orientou a ir imediatamente para lá e a tomar um paracetamol.

Quando estava chegando no Hospital Dia encontrei a enfermeira Giza quase na porta, ela perguntou que estava fazendo aqui e me acompanhou até a sala, quando disse que estava com febre ela brincou "Bateu saudade", a Sandrinha (técnica do Hospital Dia) também brincou comigo dizendo que sabia o que eu tinha "Síndrome de Saudade do Hosp. Dia..." rsrsrsrrs... Não  posso deixar de dizer aqui o quanto elas são queridas e as adoro, ultimamente, como vou todo semana lá tenho convivido bastante com ela, a Giza já conheço a anos, pois ela é da quimioterapia também, sempre adorei ela, assim como as outras enfermeiras de lá.  Chegando, a Giza me apresentou para enfermeira que esqueci o nome (perdão), mas que também foi muito querida comigo, mas ainda não deu tempo de decorar o nome... hihihih... era ela a enfermeira responsável naquele momento no Hosp. Dia, verificaram meus sinais, fiz os exames de sangue, aguardei o Dr Gustavo, que chegou meio apreensivo perguntando o que estava acontecendo comigo, fez o exame físico em mim, que disse estar normal, e achou melhor eu internar para descobrirmos o motivo dessa febre,  afinal não sinto nada além da febre, que achava ruim me mandar pra casa com uma febre tão alta num momento ainda tão delicado, perguntou se eu me importava em internar, respondi que não, afinal se era o que tinha a fazer, o melhor pra mim, então já ficava por aqui.

Então terça a tardinha, voltei para o 5º Sul, onde estou nesse momento e devo ficar até semana que vem.

Essa coisinha bonitinha é uma imagem
(acredito que feita no computador) do CMV
Ontem descobriram o motivo da febre, estou com o Citomegalovírus (CMV), "Que baita nome né?" assusta, mas não é nada de assustar, já é algo esperado, comum em quem faz transplante, por isso toda semana faço exames pra ver se ele não se manifestou, os médicos já haviam me explicado sobre ele logo após o transplante, é um vírus que a maioria das pessoas tem no corpo (no RS 85% das pessoas tem), e quando a imunidade baixa ele aproveita e manifesta-se. Existe um tratamento, com o Ganciclovir, que já comecei na quarta mesmo, agora devo ficar em observação até segunda-feira mais ou menos e conforme for, volto pra casa e sigo o tratamento no Hospital Dia, ou seja vir ao Clínicas diariamente, por 1h, "Giza e Sandrinha vou matar a saudade todo dia... rsrsrsrsrr" mas o resto do dia fico em casa, ainda não sabemos por quanto tempo ainda terei que vir ao Hosp., só sei que é até o vírus negativar. Perguntei para médica se fiz algo errado que poderia ter feito com que o vírus se manifestasse, ela explicou que não, é que aquilo que já expliquei, ele se manifesta em quem tem a imunidade baixa, normal em transplantados. Como disse outra vez, apesar dos números que dizem respeito a imunidade estarem bons a minha imunidade não funciona da mesma forma das outras pessoas adultas.

Em destaque PORTOCATH
Como sempre estou sendo muito bem tratada aqui no 5º Sul, não to fazendo "xixi" no potinho "OBAAAAA!!!!!!", nem vou falar muito... hehehehehhehe.... To com os medicamentos no portocath (em destaque na foto ao lado), que já tenho a anos, então nada de colocar cateter, achar veia... coisa BOA. Todos ao me ver brincam comigo que bateu a SAUDADE em mim, pois é... vou matar essa saudade, mas espero que por um breve tempo, nada pessoal... hehehehhehe

Apesar do CMV, tudo continua dando CERTO, está tudo dentro do esperado.

Beijos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário