terça-feira, 4 de setembro de 2012

Relatório da Insônia X Sono

Nos últimos dias ando passando por um processo de insônia e sono... como já comentei aqui, e também no meu facebook.

Teve dias que estava tão cansada que ficava irritada até, nem me suportava, teve outros que estava tão eufórica, elétrica, cantando, sorrindo... É uma loucura, uma oscilação de sensações tudo por causa do sono, agora percebo mais que nunca o valor dele... rsrrsrsrs

Essa noite foi uma noite boa, hoje estou bem disposta e resolvi colocar aqui como tem sido esses últimos dias, faço isso colocando os meus comentários lá do facebook...


Agora vou aproveitar que essa noite foi boa e acredito que o dia também será... 

Um dia, uma NOITE de cada vez...




Beijos

P.S.: Na torcida para parar logo logo com os corticoides, causadores desse descontrole, mas é um mal necessário...

P.S.2: Não esqueçam de clicar nas imagens que ai da pra entender o que está escrito... rsrrsrs


8 comentários:

  1. Percebeu que a gente tem sempre que reclamar de alguma coisa?????
    Tenho uma amiga de tratamento exatamente como a gente, ela diz que somos os "revoltados da leucemia", bem vinda ao clube!! hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a gente tem que reclamar mesmo, quando reclamamos "exorcisamos"...
      Não da pra ter revolta sempre, mas tem horas que tem q por pra fora.
      Eu reclamo, mas sigo em frente, COMEMORO, me divirto, mas reclamar faz parte...
      Assim como percebi desde que comecei a acompanhar o seu blog, que vc reclama, se revolta, mas tb aproveita, VIVE!

      No momento eu seria então "revoltada do Linfoma" hahahahahahaha

      Excluir
  2. Por isso que eu reclamo, tá vendo só como tem explicação? Eu sabia que estava certo!! HAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Quanto a memória, eu estou realmente assustado, ando esquecendo coisas absurdas, daqui a pouco esqueço o nome da minha namorada, capaz de levar um pé na bunda :-P
    kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza reclamar tem explicação, só que não da só para reclamar.... rsrrsrsr
      Por isso escrevo das coisas boas, que são muito e dou mais valor a elas.
      Mas reclamar, chorar, explodir também é preciso, para estar leve para aproveitar o que tem de bom, para CELEBRAR cada coisa simples.

      Reclamando e celebrando estamos na LUTA VIVENDO!

      Quanto a memória: Fala com o médico sobre, de repente tem algo pra tomar, e não vá levar um pé na bunda, ai não da né, com leucemia e abandonado pela namorada... brincadeirinha... rrsrrsrs PS: isso é algo que me faz bem o humor negro com a gente mesmo... descontrai... heheheh

      Excluir
  3. E eu te respondo com o que postei ontem na minha página:

    "Ser forte o tempo todo às vezes é muito cansativo. É tensão o tempo todo, medo de fraquejar, de fracassar, de decepcionar. Às vezes, alguns momentos de fraqueza são necessários pra recarregar a bateria. Isso não é desistir, é se dar um tempo, ter alguns momentos "zen", sem preocupações, sem o peso de se mostrar uma fortaleza só para que os outros possam relaxar.
    Ser forte, na verdade não vem de fora pra dentro, mas sim de dentro pra fora.
    Se revoltar, gritar, entrar em depressão, não são sinais de fraqueza, são sinais de que a sua força interior está reagindo, pois ninguém sai de uma guerra sem cicatrizes."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito!!!!
      É o que acredito.
      No fundo acho que pensamos muito parecido.

      Um trecho da postagem que fiz em junho "Escolha: SER FORTE":
      "Eu escolho a cada dia ser FORTE, mas ser forte sem perder a SENSIBILIDADE, sem endurecer, "o forte" também chora, também tem momentos que tem medo, mas "o forte" enfrenta seus medos e segue adiante."

      Excluir
  4. É isso mesmo Fábio e Camila! Não dá pra ser forte sempre, se assim fosse seríamos deuses perfeitos. O aprendizado de vocês diz respeito a todo ser humano, com ou sem leucemia ou linfoma. Muitas vezes a sociedade exige de todos que sejamos fortalezas. Porque é necessário continuarmos no ritmo acelerado. Paradas para conversas, escutas,choro e as vezes até risadas, não cabem numa sociedade calibrada para seguir sempre em frente reproduzindo modelos sem pensar sem sentir.Como diz Chaplin:"Não sois maquinas,homens é o que sois".

    ResponderExcluir
  5. "Não sois maquinas,homens é o que sois"

    Muito verdade, nem precisa falar mais nada!

    ResponderExcluir