sábado, 30 de março de 2013

Vida! Renovação!

Hoje depois de alguém tempo venho no blog escrever sobre mim.

Ultimamente andava entrando na net e só dando uma olhada, sem postar quase nada, sem curtir muita coisa.

Essa madrugada pensei tantas coisas a escrever, mas agora está meio difícil colocar em ordem, mas vou escrevendo... como sempre faço... rrrsrsrsr...

Passei por um período difícil, estava muito atordoada, tudo parecia demais para mim, estava me vendo a ponto de ter um ataque de nervos, não estava bem, muitas coisas me incomodavam, dúvidas sobre a doença, coisas em casa, me sentir fraca, carente, febre, ter que pedir ajuda as pessoas, falta do meu pai, sentia que precisava fazer algo, não dormia direito, algumas vezes até sabia o que me incomodava, mas não sabia como agir, estava a ponto de explodir.

Mas de repente as coisas começam a se ajeitar, minha cunhada Mari e meus sobrinhos Bruno e Lucas passaram um período aqui em casa, a Mari me ajudou muito, estava naquele momento das febres, dos choros, me ajudou em todos os sentidos, fazendo coisas que não conseguia, me dando carinho, companhia, conversas, e a presença do Lucas e do Bruno enchiam a casa...  Saudades!!! Logo que eles foram embora meu irmão Eduardo teve que vir, precisávamos fazer uma nova coleta, para uma nova infusão de linfócitos, mas ai tive uma DECH no  fígado (que estou tratando), com os meus "amados" corticoides, tem dias que sinto muitas dores das pernas, a velha insônia, mas coisas que vou superando e driblando. Bom a vinda do meu irmão, foram ótimos os dias que esteve aqui, até de enfermeira dele fiquei, no dia da coleta, coça aqui, coça ali, da suquinho.... rsrrsrsrs.... 

Agora vejo que as coisas estão se ajeitando, a febre acabou de vez, estou me permitindo ter meus dias de fraqueza, sem deixar de ter os dias de alegria, comecei a fazer terapia, só o fato de começar e ter rolado a empatia com a terapeuta já me ajudaram muito, vou começar com fisioterapia (descobri que posso fazer pelo meu convênio aqui em Gravataí), preciso fortalecer os músculos, aumentar minha resistência, ando muito sedentária.

Tem dias que são difíceis, mas tem outros que são tão bons, assim é a nossa Vida, tenho procurado sair, me rodear de quem gosta de mim, me permitido pedir ajuda, me permitido chorar, me permitido sorrir... Sinto que as coisas estão se encaminhando que tudo é uma renovação, um aprendizado, um crescimento... 

Meu afilhado Patrick dormiu esses dias pela primeira vez na minha casa, isso que já está com 7 anos, me senti uma babona, adorei!!!

Tenho a sorte de ter muitas pessoas especiais ao meu lado, meus irmãos, minha "cumadre", meus amigos, família...

Não posso deixar de falar do dia de ontem, para mim foi um dia ESPECIAL, cedo o Leo veio aqui tomamos chimarrão, ele lavou meu carro, depois a Nina veio tomar chimarrão junto. Ficamos eu e ela fazendo almoço, um ótimo almoço (Peixe com mollho de maracujá e vinho, vegetais grelhados e depois para acompanhar um vinhozinho) e ficamos num clima que a tempo não ficávamos, um clima agradável, muitas vezes estamos na mesma casa, mas cada uma em seu canto, ontem ficamos juntas, conversando, até as minhas pernas ela raspou... rsrsrsrrs... A noite para encerrar jantei com meu irmão Leo e minha cunhada Adriana na casa deles, um ótimo risoto de camarão e claro ótima companhia.

Tenho muitos motivos para CELEBRAR A VIDA!

Nossa, este post fiquei tão diferente de tudo que pensei em escrever hoje a noite/madrugada, mas fui escrevendo o que foi saindo... 

Obs; Sem revisão.... desculpem qualquer erro... rsrsrrsrs...

Beijos




































6 comentários:

  1. Camila, estou muito, mas muito feliz em sabe q consegui ser um graozinho de areia em sua vida, em sua recuperação. Como disse certa vez: tudo vale a pena e tudo é para o nosso bem e o nosso crescimento. Siga assim, essa mulher q cambaleia mas não cai e sim, só se fortalece com as provas q a vida impõe. Um beijo grande. Estou aqui. Qndo precisares nem q seja para uma conversinha furada
    é só chamar. :)
    Da cunhada, comadre e amiga Mari.

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz prima,pois sei que és guerreira sempre. Mesmo estando distante em pensamento,em oração estou muito perto. Um bjão no coração prima.Estou aqui sempre que precisar ta.

    ResponderExcluir
  3. Oi Camilla, fico feliz por ver que você se está fortalecendo mentalmente.

    Fiquei com àgua na boca, não quer partilhar a receita do peixe com molho de maracujá, para podermos experimentar?

    Se preferir pode me enviar por email: ligia.veiga@gmail.com

    Um beijão.
    Gigi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gigi!
      Obrigada pelas palavras.

      Quanto ao peixe na verdade pegamos uma receita do TUdo Gostoso
      http://tudogostoso.uol.com.br/receita/6644-peixe-tropical-com-maracuja.html
      e adaptamos, o peixe nós colocamos de molho no vinho e não no maracujá, e usamos a polpa do maracujá natural e não o suco e no molho um pouquinho de açúcar pra tirar o amargo.

      Bjs

      Excluir
  4. Nossa!!! Diass dificeis mas com a certeza da união familiar fortalece a gente neh mesmo!?! Gostei de saber q esta melhor!
    vc nao me conhece mas o q importa!?! De verdade!?! É q torço muito por vc e rezo por sua cura! Grande abraço!
    Ane

    ResponderExcluir