segunda-feira, 29 de abril de 2013

CARINHO


Essa semana ando bem carente mesmo, já chorei por nada, até por coisas boas... rsrsrsr

Sempre difícil começar, vamos tentar ser direta:

SINTO FALTA DE CARINHO!

Não é carinho de namorado que me refiro, é simplesmente carinho. Enquanto minha mãe era viva eu era acostumada a ter muito carinho, beijos, abraços, deitar do lado na cama, fazer uma folia, toques no cabelo,  deitar no colo, essas coisas que a gente chega perto, ou então uma coisa trazida da rua porque lembrou de você, uma bala, não importa o valor o que importa é a lembrança, mas principalmente sinto falta do toque. Lembro que quando a doença voltou e me abalei bastante disse a Janja nunca senti tanta falta da minha mãe, do carinho, não queria palavras só o carinho, a sopinha feita com carinho, ficar deitada no colo, o chegar perto. Enfim...

Também tive muito isso com meus irmãos, lembro de uma fase que ficava abraçada no Dudu por nada, que algumas vezes ele me levava em Porto Alegre, ou andava comigo na rua e segurava minha mão, não sei se para ele aquilo era um sinal de proteção, mas pra mim era simplesmente CARINHO, achava o MÁXIMO. Eu e o Leo, quando ele morava aqui vivíamos de frescura, nos abraçávamos,  dava beijo um no outro, eu adorava ficar deitada na cama dele com ele olhando tv, algumas vezes, ele até me expulsava porque queria dormir tinha que acordar cedo, gostava disso... rsrsrrs

Mas, as coisas vão mudando, e a gente vai perdendo isso, eu fui perdendo isso. E eu eu sinto muito falta disso, talvez pelo meu jeito as pessoas não percebam. Sei o quanto existem pessoas que me amam, mas muitas vezes não conseguem se aproximar eu também não devo conseguir fazer esse movimento.

Mas, claro que ainda tenho CARINHO, talvez de pessoas que nem notem que me dão esse carinho. A Mada (Uma segunda mãe) nunca deixou de dar carinho, chegando beijando, abraçando, fazendo uma coisinha ou outra, trazendo algo da rua porque lembrou de mim, um pirulito, um chicle... O  Leo sempre que chega me da um beijo, logo que o pai morreu ele andava me abraçando por nada novamente, a Mari, quando estava aqui, quantas vezes sentou ao meu lado e simplesmente me fez carinho, fora às massagens e vezes que vinha aqui perguntar se eu estava precisando de algo, também sinto que recebo esse carinho da Janja (que talvez pense que não da esse carinho que me refiro), sempre que nos damos oi damos um beijo e nos abraçamos com carinho, essa semana fez até uma massagem em mim, quando vou pra casa dela me sinto cuidada, pode não ter tanto o toc que me referi antes e que sinto falta, mas não deixam de ser demonstrações de carinho. 

São pequenos gestos que tenho, de algumas pessoas, que com certeza valem muito. Mas ainda sinto muito a falta do CARINHO que já falei. Não se preocupem, estou bem.

Beijos












5 comentários:

  1. Oi querida,

    Por vezes bate assim forte uma vontade de receber carinho. Apesar de estar assim longe, temos um oceano entre nós, espero que saiba que estou aqui torcendo por você, te enviando muita energia positiva.

    Um beijão grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gigi.

      Na verdade sou assim, sempre gostei de receber carinho, acho que só agora resolvi colocar isso pra fora... rsrsrrsrs.
      E o obrigada pelo carinho, apesar do oceano entre nós!
      Muita energia positiva pra vc também.

      Grande beijo

      Excluir
  2. Olá, Camila! Tudo bem? Meu nome é Renata e fiquei conhecendo seu blog dando um passeio aqui pela internet. Gostei muito, pois também tive câncer e também tenho um blog (http://renatacambuy.blogspot.com.br/). Parabéns... imagino que nossas experiências ajudam e muito outras pessoas...
    Bjo grande e prazer em "conhecê-la"!

    ResponderExcluir
  3. Camila, vc é uma guerreira!! Eu trato um LH q iniciou como 2A, desde 12/2010. Agora estou me preparando p o tmo alogenico haploidentico, fui refrataria ao autólogo. Leio essas coisas que vc escreve e sinto o mesmo, igualzinho. É incrivel como essa rotina mexe com nosso psicológico. Participo do grupo no facebook (linfoma basil). Gostaria muito d conversar mais com vc, se puder me add no face, agradeço mto, Grazi Campos.
    Bjs Graziela (SP)

    ResponderExcluir
  4. Kd vc?
    Estamos sentindo sua falta!
    Nos dê noticias!?! ao menos um oi estou aqui
    Bj grande e saudoso

    ResponderExcluir